SEECTTHJR
   
 
 
 
 
#seectthjr
 
 
 
 
11 99998-6716
 
HOME
 
O SINDICATO
 
PARA VOCÊ
 
PARA EMPRESA
 
NOTÍCIAS
 
HOMOLOGAÇÃO MÓVEL
 
CONTATO
 
SEJA ASSOCIADO
 
 
     
 
SEECTTHJR
Notícias
Informativos
Editais
 
Notícia - É crime auxiliar empregado em carta de oposição à contribuição negocial É crime auxiliar empregado em carta de oposição à contribuição negocial

Agora é lei, empresa não pode orientar nem auxiliar empregado em oposição ao sindicato.

O Ministério Público do Trabalho criou uma nota, denominada Orientação nº 13, indicando ser considerado ato contra o direito e a liberdade sindical qualquer tipo de auxílio que as empresas forneçam aos empregados para apresentação de carta de oposição à contribuição negocial.

De acordo com a diretriz, a empresa “não pode orientar, escrever texto padrão, ajudar a locomoção do empregado ao sindicato ou prestar qualquer outro tipo de auxílio”.

A conduta, se verificada, é passível de ação judicial contra a empresa e multa pesada por parte do MPT. Lembrando que basta um empregado que informe que a empresa auxiliou de alguma forma, como “testemunha”, para que seja aberto o processo.

Portanto, recomendamos cuidado!

Se o empregado perguntar como fazer a oposição ou como não ter o desconto, deve ser orientado a procurar o sindicato para explicações.

ORIENTAÇÃO Nº 13

CONTRIBUIÇÕES SINDICAIS. OPOSIÇÃO. ATO OU CONDUTA ANTISSINDICAL DO EMPREGADOR OU TERCEIRO. ATUAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO.

I – O ato ou fato de o empregador ou de terceiro de coagir, estimular, auxiliar e/ou induzir o trabalhador a se opor ou resistir ao desconto de contribuições sindicais legais, normativas ou negociadas, ou de qualquer outra espécie, constitui, em tese,ato ou conduta antissindical, podendo implicar atuação do Ministério Público do Trabalho.

II – O ato ou fato de o empregador exigir, impor e/ou condicionar a forma, tempo e/ou modo do exercício da oposição, a exemplo de apresentação perante o departamento de pessoal da empresa ou de modo virtual, também constitui, em tese, ato ou conduta antissindical, pois se trata de decisão pertinente à autonomia privada coletiva.

Fonte: mpt.mp.br


Publicado em 2024-01-18
   
 
     
SEECTTHJR
 
SINDICATO   PARA VOCÊ PARA EMPRESAS
Palavra do presidente   Editais Cadastre-se
Certidão Sindical   Benefícios Contribuições
Beneficente   Seja Associado Convenções
Cabeleireiro   Notícias Circular de Reajuste
Imobiliária   Informativos  
Lavanderia   Links Úteis HOMOLOGAÇÃO
Estética   Datas Comemorativas CONTATO
    Galeria de Fotos  
    Parceiros DISK DENÚNCIA
    Jurídico Sigilo Absoluto
      0800 77 35 900
 
 
Rua Rangel Pestana, 1318A
Centro - Jundiaí/SP
 
11 4805-2459
 
       
   
 
     
SEECTTHJR 2016 © - Todos os direitos reservados
2090